Peperômia

Peperomia obtusifolia

Outras Especificações:

Características: Herbácea perene de folhagem muito decorativa. O gênero compreende mais de mil espécies. A maioria apresenta tecido que reserva água em suas folhas. Esse tecido pode variar em espessura, determinando maior ou menor suculência à folha. Planta originária do Brasil.

Porte (tamanho): De 20 a 25 cm de altura.

Ciclo de vida: perene

Flores: Inflorescência cilíndrica, sem valor ornamental.

Necessidades básicas:

Iluminação: Preferem a sombra, pois suportam condições baixas de luz. Algumas espécies são mais exigentes nesse aspecto, mas a maioria é geralmente cultivada em interiores.

Rega: Deve ser mantida úmida, porém sem encharcar. Não tolera geada.

 Substrato: Em geral as peperômias requerem substratos com boa drenagem, com temperatura e umidade altas para um crescimento adequado.

Adubação: Rico em compostos orgânicos.

Cuidados:

Poda: Deve-se fazer uma poda quando necessário, para conter seu crescimento e mantendo o vaso limpo e a planta saudável.

Método de propagação ou replante: Todas as peperômias se multiplicam por estacas ou divisão da própria planta já enraizada. Sua multiplicação é muito fácil e rápida.

Dados Extras: O nome Peperômia é de origem grega. Onde, peperi, significa pimenta e Homoios, quer dizer, parecido a. Recebeu esse nome por ser parecida às plantas do gênero Piper.